Boletim Informativo da Secretaria de Meio Ambiente de Angélica: Resíduos sem armazenamento adequado não serão coletados

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente comunica através desse Boletim Informativo que as empresas de recolhimento de resíduos de Angélica e Ipezal não estão autorizadas a recolher os resíduos que não estiverem adequadamente armazenados.
Conforme o secretário, a empresa responsável pelo serviço, Alam Tombini, está tendo dificuldades devido a forma como a população descarta o lixo. “O contrato estabelece que a empresa recolherá o lixo, devidamente acomodado, em sacos plásticos com até 100 litros. O que não estiver em sacos, não será levado. É importante que a população descarte seu lixo corretamente. Pode ser em sacolas plásticas de supermercado, mas é importante que esteja embalado”, alertou o secretário.

Caixas de papelão, resíduos volumosos como metais, resíduos de podas, entulhos, móveis, eletrônicos ou qualquer outra coisa que não esteja dentro de sacos plásticos de até 100 litros, não serão recolhidos.

O lixo coletado nas casas é encaminhado para uma estação de transbordo, localizada no antigo lixão, onde é acondicionado em contêineres. Esse serviço é operado pela empresa OCA Ambiental, de Dourados. Quando as cargas são completadas, o lixo é transportado até Dourados, no aterro sanitário da referida empresa.

Para o secretário de Meio Ambiente é fundamental para que novos hábitos sejam adotados, viabilizando inclusive a implantação da coleta seletiva.