Conquista: Ministério da Saúde reconhece projeto de Saúde de Angélica como inspiração para o Brasil

A Secretaria Municipal de Saúde de Angélica, vem trabalhando por dois (2) anos com muito êxito na implementação da Terapia de Florais na Estratégia de Saúde da Família/SUS no Mato Grosso do Sul.

No dia 28 de setembro, o município de Angélica, recebeu uma visita técnica do Ministério da Saúde, representado pela Sra. Chistiane Santos Matos, Coordenadora Nacional de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (CNPICS) do Ministério da Saúde – Brasília e Isabelle Caixeta Nunes, Assessora Técnica (CNPICS). As visitas aconteceram em todas Unidades de Saúde, tanto no município de Angélica, quanto no Distrito Ipezal.

A visita finalizou no Gabinete Municipal, com uma reunião com o Prefeito Aparecido Geraldo Rodrigues – Boquinha.

A Implementação da Terapia de Florais na Estratégia de Saúde da Família/ SUS em Mato Grosso do Sul tem como responsável a Terapeuta Floral Joseanne Cristina Roque, Diretora do Núcleo de Implementação Estratégia para Práticas Integrativas e Complementares (NIEPPICS-MS), Presidente da Associação dos Terapeutas Florais de Matos Grosso do Sul (Asterflor-MS), Embaixadora da Paz pelo Cecle Universel des Ambassadeurs de la Paix Suisse/France.

A Secretária de Saúde Francielli Fascincani ressalta “Neste momento, fazer parte desta iniciativa é tornar público que o gestor de saúde tem que ter um olhar diferenciado, sensível, sério e comprometido, o que concretiza qualidade de vida aos usuários do Sistema Único de Saúde, e isso também ocorre através de práticas integrativas”.

O Prefeito Aparecido Geraldo Rodrigues – Boquinha diz da importância do mérito ao município e toda equipe “São dois anos de trabalho, que hoje tem todo reconhecimento mundial, Angélica representa o Estado com muito orgulho. A Secretária de saúde do município, junto com sua equipe, traz um orgulho imenso a nossa Princesinha do Vale”.

A próxima visita no município está prevista para o mês de novembro com a Organização Mundial de Saúde, e a Organização Pan-americana de Saúde.

“Neste momento isto representa um avanço do SUS no Brasil. Angélica está projetada a nível nacional devido ao nosso projeto. Fomos reconhecidos pelo Ministério da Saúde e estamos entre as seis experiências exitosas do Brasil. Que orgulho!” concluiu a Secretaria de Saúde Francielli Fascincani.

Prefeitura Municipal de Angélica, construindo uma história.