Palestra conscientiza sobre a importância da campanha Setembro Amarelo.

A Prefeitura de Angélica, através das Secretarias Municipais de Assistência Social e Saúde, realizou na tarde desta terça-feira (13) uma palestra do combate ao suicídio, em uma ação da Campanha do Setembro Amarelo.

Esta ação que contou com a  presença de professores, diretores de escola, funcionários públicos municipais e estaduais, além de toda a sociedade foi realizada no plenário da Câmara Municipal de Angélica e também teve transmissão ao vivo pelo Facebook.

Diariamente, 32 pessoas cometem suicídio no Brasil, esta ação tem como objetivo orientar as pessoas a identificar sinais de depressão que podem levar ao suicídio, pois de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) 90% dos casos são evitáveis, isso significa que, com informação e conhecimento para saber reconhecer os sinais e escutar sem julgamentos, é possível ajudar.

A Juíza da Comarca de Angélica, Camila Neves Porciúncula, o Promotor de Justiça, Allan Thiago Arakaki e a Delegada de Polícia de Angélica, Laís Alves, participaram da abertura do evento junto com o prefeito Edison Cassuci, que estava acompanhado da primeira-dama Jéssica Pezzarico.

Na abertura do evento o prefeito Edinho Cassuci reforçou a importância da conscientização das pessoas sobre o tema “o Setembro Amarelo é um lembrete sobre a importância de escutar. Mas, principalmente, pretende incentivar quem passa por problemas a falar. Ter um mês dedicado ao tema é uma oportunidade de discutir o suicídio para quebrar o tabu, acabar com o preconceito e a vergonha” disse o prefeito de Angélica.

No evento foi realizada uma apresentação teatral para conscientização com  o Grupo de Teatro Guavira e uma palestra com o tema “Diagnóstico não é destino é o ponto de partida” apresentada pela Neuropsicopedagoga Silvia Maria Silva.