Prefeito Roberto Cavalcanti faz esclarecimento sobre a ponte de madeira sobre o rio Ivinhema em Angélica.

População de Angélica e Ipezal, já era do meu conhecimento, a grande quantidade de pessoas que iriam fazer suas reclamações com referência a ponte que está sendo demolida… Por este motivo relato quais atitudes tomadas pelo prefeito, fui a coordenação em Campo Grande (Agesul), tentar o tombamento do patrimônio, (ponte) porque faz parte da história de Angélica, mas o órgão denominado para fazer o processo é órgão federal, e tomamos conhecimento que o Ifan não faz mais tombamento de pontes de madeira, e quando o faz tem que ter justificativa, convincente, diante do exposto, fizemos um levantamento quanto ficaria para recuperar a mesma, em torno de aproximadamente $250 a 300 mil reais isto agora porque a base dela está abalada, levantei quanto de manutenção ano, $100 mil reais aproximado, isto para trazer segurança, aos pedestres e se a mesma não for feita manutenção a todo ano ela poderá cair sobre a de concreto e afetar as células de concreto da ponte nova podendo derruba-la como um efeito dominó, diante do quadro a diretoria da usina que foi parceira junto ao Estado na construção da mesma, nos responsabilizaria nos danos ao patrimônio e ao transporte sobre a de concreto já construída, diante da situação convidei para uma reunião todos os vereadores para saber a que medida tomaria, diante do relato, ficou determinado em comum acordo aos vereadores demolir e aplicar estes recursos de manutenção em necessidades mais urgentes no município, e reconhecendo o valor histórico da mesma solicitei ao Estado a doação da madeira boa para a prefeitura que fará uma réplica da mesma na entrada da cidade, portanto está situação está sendo tomada em comum acordo, dos vereadores, usina e Estado haja visto a ponte ser patrimônio do Estado mesmo sendo material em estado de apodrecimento, pelos tempos de uso e desgaste da própria natureza .todos os procedimentos foi levando em consideração o valor histórico, da ponte em questão, desenvolvimento do município, através dos imigrantes os custos e o fato de termos uma ponte segura construída, e a carência de recursos …que nós teríamos que gastar na manutenção da ponte que não é mais usada para transporte de forma nenhuma por falta de segurança. É o que tenho a esclarecer a toda população, obrigado mais informações procure-nos que teremos prazer em esclarecer melhor na Prefeitura. Ou Secretaria de Planejamento. Prefeitura de Angélica, um governo para todos!